Engenharia de processo de manutenção

A Indústria 4.0 tem o potencial de mudar as realidades industriais em todo o mundo. À medida que essa evolução foi implementada e continuou a crescer, novas capacidades surgiram para funcionar e ajudar a fortalecer a tecnologia como a espinha dorsal do crescimento exponencial da produção industrial no Brasil e no mundo.

Sabemos que muito mais do que máquinas sofisticadas, a atual indústria de moldes precisa de profissionais treinados e preparados para atender às demandas cada vez maiores.

Por isso, convido você a conhecer mais sobre a engenharia de manutenção, um caminho que pode mudar a realidade das operações industriais. vamos?

O que é Engenharia de Manutenção?

A principal função da engenharia de manutenção é identificar as falhas e suas causas, além de atuar na otimização dos processos industriais e na melhoria do desempenho mecânico.

Está diretamente envolvida nas estratégias de aperfeiçoamento de equipamentos e sistemas para garantir maior disponibilidade na indústria e, assim, aumentar o rendimento de suas operações.

É importante entender o “como” da responsabilidade da engenharia de manutenção, sempre focando na otimização de processos, implementando novas abordagens, facilitando o treinamento das equipes que executam os processos, definindo ações de curto, médio e longo prazos. Processos como posse, aprovação de procedimentos de intervenção, orçamentos anuais, auditorias, documentação técnica, etc.

Quem são os especialistas em engenharia de manutenção?

De acordo com as previsões do Fórum Econômico Mundial para o futuro do trabalho em 2030, 50% da força de trabalho global exigirá algum tipo de retreinamento.

O mundo mudou, a tecnologia atingiu níveis sem precedentes e a tendência é que, nesse ritmo, o crescimento continue acelerado.

Isso afeta diretamente a produção em massa de bens de consumo. É por isso que a Indústria 4.0 é um dos pilares que sustentam esse progresso. No entanto, apesar disso, percebemos que as qualificações e especializações profissionais são praticamente obrigatórias.

Observando esse progresso e acompanhando as principais tendências, destacamos as 39 ocupações que o PageGroup listou para 2022. Esta lista tem cargos de gerente de produção e manutenção.

Quando se trata de engenharia de manutenção, não podemos deixar de mencionar sua principal função. Este especialista (Market Master) lida diretamente com a gestão e planejamento estratégico em manutenção industrial, sendo responsável por todas as máquinas, equipamentos e sistemas existentes e a serem implantados na indústria.

O mercado industrial está cada dia mais alinhado em entender e integrar seus processos industriais, não só pensando no curto ou médio prazo, mas também olhando para o futuro.

Com este tema vívido, os processos de engenharia de manutenção terão um papel preponderante e terão um impacto decisivo no crescimento dos negócios.

Portanto, deve-se atentar para a gestão dos processos industriais, sempre priorizando a combinação da gestão diária com o planejamento estratégico.

O que faz um engenheiro de manutenção na prática?

Em primeiro lugar, além da formação em engenharia, esse curso também deve ter um curso de manutenção.

De fato, o dia a dia de um engenheiro de manutenção envolve tarefas como prevenir e identificar possíveis falhas, implementar alternativas para aumentar a eficiência dos equipamentos e melhor aproveitamento das peças, otimizar recursos por meio de processos de análise e melhoria e elaborar planos de manutenção.

Normalmente, as pessoas nesta função trabalham em uma ou mais linhas de produção, são responsáveis ​​pela qualidade e produtividade, geram os melhores resultados para a empresa e atendem melhor aos requisitos do cliente.

Além dessas funções, os Engenheiros de Manutenção também são responsáveis ​​pela gestão das equipes envolvidas nesses processos, proporcionando treinamento e desenvolvimento às suas equipes, pois o mercado é muito volátil e exige atualizações. Daí a importância de combinar soft skills com hard skills.

Quais são os principais benefícios da implementação da engenharia de manutenção?

A redução da falha do equipamento é o principal benefício. Mas além dessa enorme vantagem, essa implementação traz outros benefícios maravilhosos:

Reduza a ociosidade em sua equipe

Muitas vezes, durante a manutenção, quando a máquina é desmontada, a equipe que está trabalhando no equipamento fica ociosa.

O monitoramento de máquinas pode reduzir o tempo de manutenção ou a necessidade de reparos por meio de gerenciamento preventivo e preditivo. Com menos defeitos, reduz a ociosidade da equipe de manutenção.

Aumente a produtividade e os lucros

Quando a manutenção está em dia e os equipamentos em pleno funcionamento, o impacto na produção é enorme. A produção aumenta e os lucros da empresa aumentam.

Melhore a eficiência da máquina

Um benefício imediato é o aumento da eficiência do equipamento mecânico. A manutenção contínua e específica permite um aumento exponencial da agilidade na solução de problemas.

Risco reduzido de falha

Falhas de máquinas podem causar grandes prejuízos às empresas, atrasando a entrega de produtos ou até mesmo danificando produtos.

Portanto, investir em engenharia de manutenção pode identificar erros mais rapidamente e, posteriormente, permitir que a manutenção preveja falhas.

Concluindo

A engenharia de manutenção é uma ferramenta para aumentar a produtividade, eficiência e lucratividade. Tê-lo totalmente operacional em sua empresa traz enormes benefícios e, o mais importante, permite que sua empresa cresça de forma segura e exponencial.

Ter profissionais dedicados, equipe bem treinada, equipamentos atuais e software de gestão de ativos colocará sua empresa no caminho da disrupção industrial e da Indústria 4.0.