Como aumentar a produtividade da área de manutenção?

A área de manutenção da empresa é mais complexa do que aparenta. Não se trata apenas de atender chamadas e resolver problemas.

No entanto, esse campo é muito mais complexo, envolve planejamento, gestão e possui indicadores de qualidade próprios. De fato, para obter o melhor desempenho nessa área, os processos precisam ser claramente definidos para que possam ser executados com decisão e eficiência com o menor gasto de recursos possível.

Para te explicar melhor, criamos um conteúdo exclusivo para te ajudar a melhorar a eficiência da sua manutenção. Verificar!

Quais são os tipos de manutenção mais comuns?

Para entender como podemos otimizar a produtividade da manutenção, é importante entender os modelos com os quais as empresas estão mais familiarizadas.

A manutenção é definida como uma série de ações destinadas a restaurar o equipamento à sua funcionalidade original. Esse conjunto de ferramentas pode ser gerenciado de três maneiras.

A manutenção corretiva é a mais conhecida. É aqui que esperamos que o dispositivo quebre. Pode ser programado e de emergência.

Em caso de emergência, as falhas são corrigidas rapidamente. Quando eles são agendados, temos uma data certa de reparo, independentemente do dia em que o equipamento realmente pare de funcionar.

Já a manutenção preventiva envolve um estudo holístico da máquina com prazos definidos para avaliação. Dessa forma, pequenos defeitos têm a garantia de serem corrigidos antes mesmo de causarem o mau funcionamento de um determinado item.

Além dessas duas, existe a manutenção preditiva, menos praticada, mas mais expressa. O monitoramento é constante. Seja pelo uso de equipamentos ou pelos sentidos de um profissional responsável.

Como a tecnologia pode melhorar a eficiência da manutenção?

Não é incomum que alguns pensem que a produtividade da manutenção não pode ser medida, mas é possível.

O cálculo desse índice é simples, vamos te mostrar. Para começar, basta dividir a quantidade de tempo que seus funcionários realmente gastam realizando tarefas pela carga de trabalho. E isso sem contar o tempo de preparação, como encontrar ferramentas ou chegar a um local.

Multiplique esse resultado por 100.
Se seus resultados estiverem abaixo de 30%, esse é um ponto a ser observado. Isso significa que ele realmente trabalha apenas 30% do tempo. O resto do tempo é desperdiçado, o que obviamente afeta sua produtividade e também o desempenho da fábrica como um todo.

Existem métricas importantes, como o tempo necessário para executar uma tarefa ou obter peças e equipamentos, ou até mesmo viajar para onde o equipamento está. E todos esses dados devem ser controlados para garantir o melhor aproveitamento dos recursos disponíveis.

Software e aplicativos de manutenção – o que eles fazem?

Atualmente, é possível contar com o apoio de softwares de automação específicos de domínio, que são muito úteis quando falamos de gerenciamento de equipamentos e redução de tempo para melhor utilização. Existem até aplicativos de manutenção, além do gerenciamento auxiliar, é conveniente para resolver problemas de liquidez.

O uso de um sistema automatizado, como os mencionados acima, pode manter um estoque em seu estoque de todas as peças disponíveis para reparo. Além disso, os cronogramas de manutenção podem ser configurados para que você saiba quando as datas predefinidas terminam e quais são as áreas que precisam de mais atenção.

Dessa forma, sua equipe recebe um checklist do que precisa ser feito e onde encontrar os materiais necessários. É ainda possível manter uma comunicação direta com o almoxarifado da empresa, tornando todo o processo de solicitação de peças mais eficiente.

Quando o departamento prepara e planeja suas rotinas com antecedência, a eficiência da manutenção aumenta significativamente, o que é extremamente benéfico para a empresa. Com menores custos de manutenção e melhor aproveitamento, as empresas ganham recursos e tempo para investir em ações prioritárias.

A produtividade da manutenção é uma medida da qualidade do serviço, portanto, otimizá-la é fundamental. Por isso, invista sempre na otimização da produção da sua fábrica para garantir o sucesso do seu negócio. Quer saber mais? Compreendendo o futuro da indústria e mantendo as ferramentas 4.0